segunda-feira , 21 de outubro de 2019
Promoções
Início / Rádio/Notícia / PROCON de Tupã recebe novo sistema operacional

PROCON de Tupã recebe novo sistema operacional

Na última terça-feira (26), o PROCON de Tupã recebeu representantes da Fundação PROCON do Estado de São Paulo, onde realizaram a instalação do curso básico do novo sistema de dados SINDEC (Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor).

De acordo com a coordenadora do PROCON de Tupã, Luana Garcia Maran, o curso faz parte do convênio do PROCON de Tupã com a Fundação PROCON de São Paulo, que atualmente conta com 112 cidades com o sistema integrado.

Luana explicou que o software, chamado SINDEC, é o sistema informatizado que permite o registro das demandas individuais dos consumidores que recorrem aos PROCON.

O sistema consolida registros em bases locais e forma um banco de informações nacional sobre problemas enfrentados pelos consumidores

“Esse novo sistema tornará mais rápido o prazo de respostas de empresas e prestadores de serviços para solicitações de informações e reclamações feitas por consumidores junto aos órgãos”, disse.

Luana ressaltou também que em pouco tempo de uso, o sistema já mostrará melhorias, uma delas será a rapidez no atendimento ao consumidor e redução de custos ao Poder Público, devido à diminuição dos gastos com correios.

“Agora com a utilização do novo sistema, a Carta de Informações Preliminares (CIP), utilizada quando o PROCON envia uma notificação prévia ao fornecedor e por meio desta poderá ser celebrado um acordo, também terá uma resposta agilizada”, finalizou.

 

Serviço                                                                                                                               

 

Mais informações podem ser obtidas no PROCON de Tupã, que atende atualmente na Avenida Tapuias, 907, junto à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, sala 09 e também pelo telefone 3491-5395.

Verifique também

Varpa: Fazenda Palma será reaberta no próximo dia 12

Desde que conseguiu decisão liminar na Justiça para retomar o território da Fazenda Palma, no …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *