sexta-feira , 23 de outubro de 2020
Promoções
Início / Rádio/Destaque / Moradores de Tupã relatam tremor de terra na noite desta quinta-feira

Moradores de Tupã relatam tremor de terra na noite desta quinta-feira

Matéria atualizada as 12h10

Moradores de vários bairros de Tupã relataram  em suas redes sociais um tremor de terra na noite desta quinta-feira (24), por volta das 22h.

De acordo com informações e postagens nas redes sociais  e de ouvintes da Radio Nova Tupã, 100,3 por meio do WhatsApp  na manhã desta sexta-feira, o tremor foi sentido na Vila Inglesa, Jardim Casari, região da Unesp,  Vila Santa Rita, Jardim Itaipu e Tupã Mirim, na Rua Alfredo Modelo na Cohab 3, Bairro São Marinho e no Bairro Sabiá.

A maioria das  pessoas relataram ter ouvido ‘estrondo seguido pelo tremor que abalaram portas e janelas e até moveis.  Os bombeiros não receberam nenhum chamado.

O tremor foi de magnitude entre 2.4 e 2.5 . O evento foi registrado pelo Centro de Sismologia da USP e também pelo Observatório de Sismologia da Universidade de Brasília (UNB).

Segundo o técnico de sismologia do Centro de Sismologia da USP, José Roberto Barbosa, que fez o registro do tremor, o fenômeno aconteceu por volta das 21h49 e é considerado leve e corriqueiro.

Ainda de acordo com o técnico, o tremor é causado movimentação das placas tectônicas, que possuem falhas geológicas que são liberadas em forma de pequenos tremores.

 

No Observatório de Sismologia da UNB foi registrado um tremor de 2.5 localizado em Herculândia, que fica a 17 km de Tupã. Segundo o professor e chefe do observatório, Marcelo Rocha Peres, trata-se do mesmo evento e é normal essa variação na magnitude. Ainda de acordo com o observatório, o evento foi registrado por quatros estações de sismologia.

Não é a primeira vez que a cidade de Tupã  registra um tremor. Em julho de 2018, o tremor também foi sentido em Tupã, foi na madrugada de uma  quinta-feira (26) e na época o abalo foi registrado ao vivo por um empresário de Tupã .

Naquele ano, o tremor de terra também foi sentido por moradores de Bastos e Herculândia e o Corpo de Bombeiros de Tupã recebeu mais de 100 ligações de pessoas assustadas sem saber o que tinha acontecido.

Em 2018 o tremor de magnitude 2.8 foi registrado pelo Observatório Sismológico da Universidade de Brasília (UNB). O  professor George Sand França, disse que apesar do susto, o tremor não causa danos materiais, mas pode ser sentido pelos moradores.

 

Verifique também

Após 70 anos, homem de 83 anos morador em Tupã reencontra irmãos e conhece familiares

A história de uma família ganhou um novo capítulo, nas últimas semanas, na Nova Alta …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *