domingo , 11 de abril de 2021
Promoções
Início / Rádio/Notícia / Doenças respiratórias depois do Covid-19

Doenças respiratórias depois do Covid-19

A Síndrome Pós-Covid, também conhecida como Covid Persistente ou até mesmo Long Covid, é um dos assuntos mais frequentes na atualidade, tanto nas mídias quanto nos consultórios médicos.

“Ela consiste em uma inflamação multissistêmica e difusa do organismo em pacientes que foram infectados pelo novo coronavírus, mesmo após meses o contágio, de modo a apresentar sintomas como fadiga, cansaço para a realização de atividades físicas, tontura, zumbido, perda de olfato, perda de paladar, queda de cabelo, depressão, ansiedade, arritmia cardíaca e emagrecimento. Ou seja, esses problemas são sequelas causadas pela infecção do coronavírus que levam a inflamação de diversos órgãos”, explica o otorrino Dr. Alexandre Colombini.

Segundo o médico, os sintomas devem ser tratados separadamente, pois é muito importante que os pacientes que estão apresentando esse tipo de sintoma, procurem os profissionais adequados. Portanto, se você está apresentando muito cansaço e com sinais de uma fibrose pulmonar, a indicação é procurar um pneumologista. Caso tenha perdido o olfato, o paladar, sente o ouvido zumbir ou tontura, o indicado seria um otorrinolaringologista. Se está com sinais de perda de peso, alguma inflamação na tireoide, é importante procurar um médico clínico ou endocrinologista. Caso esteja com sintomas de pressão alta ou arritmia cardíaca, é necessário procurar um cardiologista. Caso tenha queda de cabelo, o indicado é procurar um dermatologista.
No caso das doenças respiratórias, Dr. Alexandre alerta que há casos que precisam ser tratados a médio e longo prazo, por exemplo.

”Saímos de um quadro de crítico para doenças crônicas como leve cansaço, dificuldade de respirar ( dispneia) durante as atividades físicas. Lançamos mão da fisioterapia prolongada também para a volta do olfato e paladar, que podem persistir até três meses após o contato com o Covid-19. A principal meta é a melhorar a qualidade de vida do paciente”, ressalta o especialista.

Sobre o médico:
Dr. Alexandre Colombini é Otorrinolaringologista, formado pelo renomado Instituto Felippu e Membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico Facial – ABORL-CCF. Suas áreas de atuação: Otorrinolaringologia clínica e cirúrgica com enfoque nas patologias nasais, cirurgia endoscópica, ronco e apneia.

Verifique também

Profissionais da educação serão vacinados nesta segunda e terça dias 12 e 13

Na próxima segunda-feira (12), a Prefeitura de Tupã dará início à vacinação de servidores e …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *