domingo , 9 de agosto de 2020
Promoções
Início / Rádio/Destaque / Câmara rejeita projeto que pedia a redução do número de vereadores em Tupã

Câmara rejeita projeto que pedia a redução do número de vereadores em Tupã

A Câmara Municipal realizou nesta segunda-feira (06), a votação do projeto de emenda à LOM (Lei Orgânica do Município) que previa a redução de 15 para 9 vereadores, na próxima legislatura. Também foi votado o projeto de redução para 11 vereadores.

Os dois não obtiveram a votação necessária para garantir a redução do número de cadeiras a partir do ano que vem.

Para entrar em vigor, o projeto precisava de 10 votos favoráveis, ou seja, da maioria absoluta dos parlamentares.

Os vereadores votaram primeiramente a emenda do vereador “Ribeirão” que pedia a redução para 9 vereadores. Confira os votos:

Foram contrários: Alexandre Scombati, Amauri Mortágua, Antônio Carlos Meirelles, Luis Alves de Souza, Cb. Castilho e Tiago Matias.

Os votos favoráveis a redução para 9 vereadores: Antônio Alves de Souza (Ribeirão), Augusto Fresneda Torres, Charles dos Passos, Eduardo Edamitsu, Pastor Elieser, Giberto Neves Cruz, Paulo Henrique Andrade, Renan Pontelli e Telma Tulim.

Como a emenda para 9 vereadores não foi aprovada, logo em seguida, os vereadores votaram o projeto que previa a redução para 11 vereadores.

Foram 8 votos contrários a redução para 11: Antônio Meirelles, Cb. Castilho, Amauri Mortágua, Antônio Alves de Souza (Ribeirão), Alexandre Scombati, Pastor Elieser de Carvalho, Luis Alves e Thiago Matias. Os favoráveis foram: Telma Tulim, Paulo Henrique Andrade, Capitão Neves, Ninha Fresneda, Eduardo Edamitsu, Charles dos Passos e Renan Ponteli.

Mesmo os dois projetos visando a redução no número de cadeiras, os vereadores Pastos Elieser e Ribeirão que foram favoráveis a redução para 9, votaram contra a redução para 11 vereadores. Com isso, o projeto foi rejeitado.

 

Redação: https://www.tupacity.com/

Verifique também

Entrada do Balneário Sete de Setembro é bloqueada após várias denúncias

Para evitar que ocorram aglomerações de pessoas em espaços do município, a Prefeitura, por meio …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *